Gastronautas amadores

Archive for the 'comendo fora' Category

Opakee belgian waffles

Waffles é uma delícia sempre, né.

O Opakee, esse pequeno restaurante que fica na Vila Madalena, faz waffles maravilhosos, em combinações deliciosas. Frutas, chocolate, doce de leite, chantilly, tem uma série de bons acompanhamentos para incrementar a base. Tudo isso sem ficar enjoativo.

Para quem gosta, eles também servem cervejas belgas para acompanhar, além de sucos e cafés.

Eles ficam na Rua Wisard, 396 e o tel é (011) 2539-7944.

No comments

Galeria Docerama

Um safári fotográfico com o objetivo de caçar os melhores closes de docinhos de festa encontrados em padocas por ai. Se você encontra essas pequenas obras de arte em vitrines espalhadas pelo país (e até fora dele), não deixe de participar da Galeria Docerama, aberta a todos, 24×7. Afinal, servimos bem para servir sempre!

Link: http://www.galeriadocerama.com.br/

No comments

Tags: , ,

St. Louis Burguer

Depois de ler esse ranking ficamos com as lombrigas assanhadas para ir conhecer o St. Louis. Vários haumburgueres (isso existe?) da lista nós já tivemos a chance de provar, mas o St. Louis, apesar da indicação de alguns amigos, nós nunca haviamos ido.

Aproveitando o feriado e o dia mais tranquilo, lá fomos nós degustar as iguarias do local. Para começar, limonada com framboesas. Nunca experimentei uma limonada desse naipe. Não é como outras como a do Applebee’s, que tem sabores (e eu sempre acho estranho quando a garçonete pergunta qual o sabor da limonada…). Essa de fato tem as frutinhas lá, as berries. Uma delícia, o suco fica no ponto e nem precisa de açúcar.

De entrada, resolvemos experimentar os chilli turnovers. Eu amo jalapeño, e estes pasteizinhos estavam ótimos, sequinhos, picantes, na medida.

E finalmente chegamos ao principal. Eu fui de Louis e adorei. Tempero muito gostoso, o relish de pepino é muito bom, nem pão nem carne pesados. Eu fiquei bem satisfeita sem ficar com aquela sensação de estômago pesadão. O gastronauta-pai foi de Blue, e também ficou bem feliz com a escolha.

Para completar a esbórnia, digo, refeição, torta de limão com calda caseira de framboesa e chantilly (percebe-se que eles gostam da combinação limão + framboesa). Muito bom também, como todo o restante.

Fiquei com vontade de experimentar mais, os outros hamburguers, os hot dogs. Assim que a balança permitir devemos voltar lá :)

Ah, o St. Louis também tem um blog esperto, bem legal :)

No comments

Pie in the sky

Minha comida predileta é a do tipo boa e barata. Claro que gosto de lugares mais arrumadinhos, mas comer bem e ainda não ficar no maior prejuizo é melhor ainda :)

O Pie in the Sky foi apresentado para nós pelo Cel Von Lehmann já faz algum tempo. É um lugar super simples lá na Pompéia (Perdizes? Sumaré?), tocado por um inglês, que serve típicas tortas inglesas. Isso significa recheios como carne cozida e rim, fígado, cebola e queijo, entre outros, todos muito bons! De quebra, ainda há as tortas doces, para sobremesa. A Death by Chocolate é de matar mesmo :)

Assim, se vc estiver pelas redondezas da Cayowaá e quiser comer bem e pagando pouco – as tortas custam em torno de 12 reais – a Pie in the Sky é uma ótima pedida. E não esqueça de pedir uma boa cervejinha para acompanhar a redonda :)

No comments

Aventuras e desventuras gastronômicas em Buenos Aires – El Palacio de Las Papas Fritas

O Palácio das Papas Fritas é outra instituição gastronômica de BsAs. Não foge às regras dos outros restaurantes “tradicionais” da cidade, ou seja, meio antigão, visual meio ultrapassado e pesadão, e pratos semelhantes ao ambiente, ou seja, comida tradicional sem grandes arroubos.

Maaaaaaas as tais batatas suflê são imperdíveis, eu adorei! Se quiser ir até o local e se empanturrar só de batatas, já valeu a visita.

El Palacio de la Papa Frita: Avenida Corrientes, 1612

3 comments

Aventuras e desventuras gastronômicas em Buenos Aires – Tortoni

O Café Tortoni é outro marco histórico-gastronômico de BsAs. O ambiente é bem conservado, a comida é razoavelmente boa, os churros ok, e é um lugar hours-concours do turismo portenho, ou seja, um lugar cheio de turistas. Mas vale a visita já que, apesar da idade (150 anos!), o lugar é super bem-conservado, relembrando os bons tempos de BsAs como a Paris da América do Sul.

Gran Café Tortoni: Av. de Mayo 825/29

1 comment

Aventuras e desventuras gastronômicas em Buenos Aires – Arturito

O Arturito é mais um destes restaurantes pré-históricos de BsAs. Fomos lá, em nossa expedição arqueológica, experimentar a parrillada deles.

Para quem não sabe o que é uma parrillada, eu descreveria como o pior pesadelo de um vegetariano – ou de um cardiologista. Aliás, os argentinos não temem artérias obstruidas mesmo! Essa imagem ai do lado é apenas ilustrativa, não foi esta que comemos, mas dá para ter uma idéia do que seja. Uma mistureba de carnes de vários tipos de animais. Pedimos uma parrillada para dois. Dois era pouco, aquilo dava para alimentar uma família de uns 15 retirantes. Por um mês.

Digamos que, para um jantar, pode ser uma pedida meio pesada. E o Arturito não inclui sal de frutas na porção, apesar de ter de tudo lá.

Ah, a foto foi roubada desavergonhadamente do Guía Óleo, que foi bastante útil para a nossa estadia por lá.

No comments

Aventuras e desventuras gastronômicas em Buenos Aires – El Sanjuanino

O El Sanjuanino é um dos meus lugares prediletos em BsAs. Adoro as empanadas do lugar e o ambiente, mas sendo sincera, acho que as empanadas não deixam nada a dever ao nosso Empanadas da Via Madalena.

Aliás, no geral essa foi a impressão que ficamos dessa viagem. No geral, come-se ok em BsAs, mas pelo mesmo valor poderia-se comer melhor em São Paulo…

3 comments

Aventuras e desventuras gastronômicas em Buenos Aires – Richmond

Hola, hola, que tal? Faz tempo que não aparecemos por aqui, mas vamos tentar voltar à rotina das postagens.

Em setembro fizemos nossa viagem de lua-de-mel e demos um pulinho até Buenos Aires. A idéia era descansar e experimentar os restaurantes e cafés.

A primeira coisa que me deixou um tanto chocada foram os preços. Antes, viajar para a Argentina era uma beleza, podia-se comer muito bem gastando muito pouco. Dessa vez, não foi bem o que encontramos. Pelo visto, os hermanos andaram passando por uma alta na inflação e os preços já não estavam tão convidativos. Para ter uma idéia, uma garrafa de água mineral variava entre 6 e 8 pesos, e um suco de laranja (nada excepcional), beirava os 12 pesos.

Para começar a viagem, fomos conhecer uma confíteria clássica daquelas bandas, a Confíteria Richmond. Café-da-manhã apresentável, com direito a muitas medias-lunas e geléia. O lugar é antigão mesmo, a data de inauguração é 1917. Comer em Buenos Aires às vezes soa a arqueologia culinária…

Richmond: Florida 468, Centro

No comments

São Paulo Restaurant Week – agosto 2008

Eba, eba, eba, mais um São Paulo Restaurant Week! Começa nessa segunda-feira, dia 18, com cardápios de R$ 25,00 + R$1,00, para almoço, e R$39,00 + R$1,00, para jantar. Quem merece repeteco, com certeza, é o AK Delicatessen e, se der, quero experimentar o Eñe. Nham-nham!

2 comments

Tags: ,

Next Page »